Receita Federal envia alertas para empresas sobre divergências na operação “Fonte Não Pagadora”

A primeira fase da operação “Fonte Não Pagadora” observou um total de R$ 1, 34 bilhão em indícios de sonegação de impostos em 3.365 empresas que tiveram de fazer a autorregularização e pagaram uma multa, sendo o total: R$ 175 milhões


A Receita Federal está enviando alertas para empresas que, entre 2019 e 2020, apresentaram divergências nas Declarações de Imposto de Renda.

A primeira fase da operação “Fonte Não Pagadora” observou um total de R$ 1, 34 bilhão em indícios de sonegação de impostos em 3.365 empresas que tiveram de fazer a autorregularização e pagaram uma multa, sendo o total: R$ 175 milhões.

Agora, na segunda fase da operação, 11.438 empresas serão alertadas sobre as divergências, sendo que a multa aumenta o valor devido em 75% a 225%. No Estado de São Paulo, 4.647 empresas serão alertadas.

“Serão enviadas mensagens para as caixas postais eletrônicas no e-CAC com o detalhamento de todas as divergências encontradas. As mensagens possuem também as orientações necessárias para regularização, já que aqueles que não corrigirem os erros ou justificarem as divergências serão autuados e multados”, informou a Receita Federal.

Informações sobre a Operação e orientações sobre como se regularizar estão disponíveis no site: https://cutt.ly/bn6i0eF

Mais de 58 mil empresas em todo o Brasil também começaram a receber alertas da Receita Federal por divergências encontradas na Escrituração Contábil Fiscal (ECF) e também em outras informações existentes na base de dados do Fisco.

Os alertas foram enviados pela caixa postal do e-CAC, contendo dados de 2018 e/ou 2019. Das 58.110 empresas onde foram encontradas divergências de informações, 18.892 estão no Estado de São Paulo.

“A comunicação da Receita Federal tem como objetivo alertar as empresas para que possam revisar e corrigir as informações prestadas na ECF de forma espontânea, ou seja, sem a aplicação de multa. As empresas têm até 12 de julho de 2021 para corrigirem os dados sem penalidades”, informou a Receita Federal.

Empresários não precisam sair de casa ou do trabalho para ir numa unidade de atendimento procurar informações. Todas as dúvidas podem ser enviadas à equipe da ECF, no portal SPED: http://sped.rfb.gov.br/


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

FOTO: de Anna Nekrashevich no Pexels

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

©2021 Deltha Contabilidade - Todos os direitos reservados. | by Cloudbe

× Como podemos te ajudar?

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?