SKR investe em imóveis para locação flexível de olho no novo morar

Sempre atenta às tendências, construtora paulista busca trazer inovação ao setor


O mercado imobiliário tem vivenciado grandes transformações na oferta de moradia nos últimos tempos, guiado principalmente pela mudança do estilo de vida das pessoas, que estão em busca de praticidade, mobilidade e funcionalidade em seu dia a dia sem deixar de lado o conforto e a identidade.

As incorporadoras estão diante do desafio constante de criar soluções que integrem a experiência com o jeito de morar dos consumidores. Muitas vezes, essas soluções podem ter um prazo de validade determinado, direcionado por etapas da vida.

A locação flexível, por exemplo, pode ser um bom exemplo dessas transformações. Apesar do brasileiro ser conhecido pela cultura patrimonialista de aquisição de imóvel, há uma mudança em relação a isso. As pessoas optando pela qualidade de vida. Ao invés de consumir o tempo com deslocamentos do trabalho para casa e vice-versa, elas estão escolhendo alugar um imóvel para ficar próximo do trabalho, da escola e do lazer, economizando tempo.

Ter a flexibilidade de tempo na locação promove também essa facilidade, à medida que as velhas regras de inquilinato possam dar lugar para novos modelos. Felipe Zveibil, Head de Asset e Property Management da SKR, construtora e incorporadora, explica que “locação flexível é uma opção em expansão, já que promove uma customização a partir das necessidades do morador. Hoje ele pode morar na Vila Mariana e daqui a seis meses, mudar de emprego e ir trabalhar na Lapa. Não vai precisar cruzar a cidade e perder tempo com deslocamento. Por meio de facilidades promovidas pela locação flexível, consegue mudar de casa também”. O gestor da SKR explica que com aluguéis de imóveis em regime de contratos mais flexíveis e de curta duração, em relação ao padrão visto no setor imobiliário nos últimos anos, essa realidade vai ser cada vez mais presente.

Para Felipe investir em inovação acompanhando as tendências do setor é um dos desafios da SKR. “O que funcionava no Brasil até cinco anos atrás era a Lei do Inquilinato (Lei nº 8.245 de 18 de outubro de 1991), que rege como as pessoas alugam seus imóveis prevendo prazos, obrigações e garantias, mas atualmente, elas começaram a perceber que, esse era um modelo arcaico, que implicava em mais burocracia, por isso passaram a buscar alternativas mais flexíveis na hora de alugar um imóvel, baseado na mudança da rotina delas”, enfatiza.

O head da construtora explica que as pessoas buscam ganhar tempo para a própria vida e por isso a tendência é morar perto do trabalho. “Ainda é core business da SKR que as pessoas queiram ser proprietárias e acho que muitas delas querem, mesmo que seja como investimento ou segurança futura. Acho que o fato de as pessoas quererem morar perto do trabalho, escola, lazer etc., faz com que elas aluguem mais, mas muitas vão inclusive ter um apartamento alugado que paga o aluguel de sua moradia atual.”


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

©2021 Deltha Contabilidade - Todos os direitos reservados. | by Cloudbe

× Como podemos te ajudar?

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?