Receita Federal libera consulta ao 2º lote de restituição do IRPF 2021

O pagamento do 1º lote de restituição do Imposto de Renda 2021 foi liberado no dia 31 de maio, mesmo data do término do envio das declarações. No 2º lote, cerca de 4.222.986 contribuintes receberão a restituição no dia 30 de junho, sendo um total de R$ 6 bilhões


Nesta quarta-feira (23), a Receita Federal liberou a consulta para o 2º lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2021 (IRPF), que abrange as restituições residuais de 2008 a 2020.

O pagamento do 1º lote de restituição do Imposto de Renda 2021 foi liberado no dia 31 de maio, mesmo data do término do envio das declarações.

No 2º lote, cerca de 4.222.986 contribuintes receberão a restituição no dia 30 de junho, sendo um total de R$ 6 bilhões. Desse total de pessoas, R$ 2.327.976.391,49 são destinados aos contribuintes que têm prioridade legal:

  • 97.082 contribuintes idosos acima de 80 anos
  • 779.763 contribuintes entre 60 e 79 anos
  • 54.240 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave
  • 385.591 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério

Quase três milhões de contribuintes não prioritários, mas que entregaram a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física até o dia 21 de março, também foram incluídos na consulta do 2º lote.

Como saber se a sua restituição está disponível?

  • Acesse o site da Receita Federal: www.gov.br/receitafederal
  • Clique em: “Meu Imposto de Renda”
  • Em seguida, clique em: “Consultar a Restituição”.

“A página apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou uma consulta completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC. Se identificar alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificar a declaração, corrigindo as informações que porventura estejam equivocadas”, informa a Receita Federal.

A restituição é paga diretamente na conta bancária informada na Declaração do Imposto de Renda. Caso a restituição não seja concluída, o pagamento fica disponível por um ano no Banco do Brasil e o contribuinte pode reagendar o crédito para a sua conta bancária.

Após o prazo de um ano, a restituição só é liberada pelo Portal e-CAC, no site da Receita Federal.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

©2021 Deltha Contabilidade - Todos os direitos reservados. | by Cloudbe

× Como podemos te ajudar?

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?