Pesquisa revela aumento de comida por delivery e compras de supermercado online na pandemia

Esses serviços passaram a ser mais utilizados devido ao isolamento social imposto na pandemia da Covid-19. Cerca de 91% dos internautas fizeram compras pela internet nos últimos 12 meses, um aumento de 5% em relação a 2019


De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), as duas categorias que mais cresceram no número de consumidores no comércio eletrônico foram comida por delivery e compras de supermercado pela internet.

Esses serviços passaram a ser mais utilizados devido ao isolamento social imposto na pandemia da Covid-19.

Em 2019, a categoria COMIDA DELIVERY era um serviço realizado por 30,40% dos internautas. Em 2021, cerca de 54% dos internautas pedem comida por delivery.

Já COMPRAS DE SUPERMERCADO PELA INTERNET representava 9,20% dos internautas em 2019 e 30,30% em 2021.

Os outros destaques são:

  • cursos: 9,40% em 2019 e 19,90% em 2021
  • streaming de música: 10,50% em 2019 e 19% em 2021
  • produtos para animais: 10,40% em 2019 e 18,90% em 2021
  • serviços de streaming de filmes e séries: 26,80% em 2019 e 35,90% em 2021

“Com a pandemia, tivemos setores que foram beneficiados e cresceram muito. Tivemos uma aceleração dessa mudança de hábito, de usar a internet e fazer a compra via remota, e uma antecipação eu diria de quase 20 anos. Mas o mais interessante é que já estávamos preparados para isso”, afirma o presidente da CNDL, José César da Costa.

Cerca de 91% dos internautas fizeram compras pela internet nos últimos 12 meses, um aumento de 5% em relação a 2019.

Outras categorias, porém, tiveram forte queda por causa das restrições de mobilidade e aglomerações:

  • ingressos: caiu de 24,5% em 2019 para 4,90% em 2021
  • viagens: caiu de 21,10% em 2019 para 15,10% em 2021

Porém, mesmo com o aumento do número de pessoas que fazem compras de supermercado pela internet, a grande maioria ainda prefere ir aos mercados para escolher seus produtos. Segundo a pesquisa, 70,60% das pessoas ainda preferem ir às lojas físicas, enquanto 29,40% preferem fazer online.

Em relação a medicamentos, a maioria (57,40%) também prefere comprar pessoalmente.

Outros produtos, como eletrônicos, livros e eletrodomésticos, a tendência é que as pessoas comprem pela internet.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

©2021 Deltha Contabilidade - Todos os direitos reservados. | by Cloudbe

× Como podemos te ajudar?

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?