Governo Federal retoma programa emergencial que permite redução de salário e jornada de trabalho

A primeira versão do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm) aconteceu em 2020, no primeiro ano da pandemia da Covid-19, e permite que as empresas reduzam as jornadas de trabalho e os salários de seus funcionários neste período de isolamento social


Na última segunda-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro assinou uma Medida Provisória (MP) para instituir a versão 2021 do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm).

A primeira versão do BEm aconteceu em 2020, no primeiro ano da pandemia da Covid-19, e permite que as empresas reduzam as jornadas de trabalho e os salários de seus funcionários neste período de isolamento social.

De acordo com o Governo Federal, a nova versão do BEm vai preservar empregos, manter a renda dos trabalhadores de diversos setores da economia e dar continuidade as atividades empresariais e, consequentemente, o impacto econômico no comércio.

Conforme aconteceu em 2020, neste ano as empresas poderão suspender os contratos de trabalho por até 120 dias e reduzir salários e carga horária em, no máximo, 25%, 50% ou 70%, sendo que o restante do valor será pago pelo Governo Federal.

Os trabalhadores que tiverem o contrato alterado vão ter direito a um benefício emergencial que vai ser pago pelo Governo Federal. O Ministério da Economia prevê um custo de R$ 10 bilhões para manter o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm). Em 2020, o orçamento do programa foi de R$ 51 bilhões.

Além do BEm, o presidente Bolsonaro assinou outra medida provisória que altera regras trabalhistas e dá aos empresários o direito de adotar medidas temporárias como:

  • teletrabalho
  • antecipação de férias
  • conceder férias coletivas 
  • suspensão do recolhimento do FGTS por até quatro meses
  • constituir banco de horas com compensação em até 18 meses

Vale ressaltar que o pagamento do benefício emergencial será pago 30 dias após a formalização do acordo empresarial. para incluir funcionários no Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm), empresários podem acessar o site: https://servicos.mte.gov.br/bem/


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

©2021 Deltha Contabilidade - Todos os direitos reservados. | by Cloudbe

× Como podemos te ajudar?

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?