Eletrobras pagará R$ 23,2 bilhões à União e destinará R$ 5 bilhões na conta elétrica


União receberá valor pelas outorgas das 22 usinas hidrelétrica vinculadas a estatal; medida para arcar com custos de tarifas elétricas visa a estabilidade na conta de luz em 2022


A Eletrobras anunciou nesta terça-feira (31), o pagamento das outorgas das 22 usinas hidrelétricas que renovarão contratos no valor de R$ 23,2 bilhões, após governo federal aprovar definição do valor do benefício econômico dos novos contratos de concessão da companhia.

Segundo a estatal, R$ 62,5 bilhões de reais serão acrescentados pelos novos contratos de geração de energia das 22 usinas hidrelétricas vinculadas à Eletrobras, de acordo com o Conselho Nacional de Política, CNPE.

Os R$ 23,2 bilhões serão pagos para a União através da capitalização pelas outorgas das usinas, saindo do atual regime de cotas, para a produção independente de energia. O valor a ser pago pelas outorgas será calculado pela empresa no processo de privatização, operação de estar concluída até fevereiro de 2022.

Além disso, a estatal também antecipará R$ 5 bilhões à Conta de Desenvolvimento Energético, CDE, com o intuito de aliviar a pressão na alta das tarifas da conta de luz, que deverão continuar subindo em 2022.

Valor será juntado com os R$ 29,8 bilhões destinados à CDE, como parte do acordo de privatização, pagos ao longo de 25 anos, conforme duração do contrato. Objetivo é conter a elevação do preço da conta de luz do consumidor, zelando pela neutralidade da tarifa.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

Tags:
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

©2021 Deltha Contabilidade - Todos os direitos reservados. | by Cloudbe

× Como podemos te ajudar?

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?